Buscar

Uso Correto do Medicamento



O que é o medicamento?

O medicamento designa-se como “toda a substância ou associação de substâncias apresentada como possuindo propriedades curativas ou preventivas de doenças em seres humanos ou dos seus sintomas ou que possa ser utilizada ou administrada no ser humano com vista a estabelecer um diagnóstico médico ou, exercendo uma ação farmacológica, imunológica ou metabólica, a restaurar, corrigir ou modificar funções fisiológicas.” (Estatuto do Medicamento, 2006).


Em Portugal, o INFARMED é a entidade reguladora do medicamento, que concede a sua Autorização de Introdução no Mercado (AIM). O INFARMED é igualmente responsável pela avaliação económica e comparticipação dos medicamentos, inspeções, comprovação da qualidade do medicamento e farmacovigilância.


O medicamento é avaliado segundo os princípios de qualidade, segurança e eficácia, durante todo o seu circuito, que se inicia na fase de investigação e desenvolvimento e finaliza na utilização pelo utente.



Benefícios da Medicação

O medicamento faz parte central dos cuidados de saúde e contribui de forma determinante para o aumento da esperança média de vida da população. No entanto, quando os medicamentos são utilizados de forma incorreta ou consumidos sem critérios adequados podem tornar-se um risco para a sua saúde.


Estima-se que 50% dos cidadãos, em todo o mundo, não tomam corretamente os medicamentos.


A não utilização do medicamento atempadamente (diagnóstico tardio), assim como a não adesão à terapêutica como prescrita, podem ser responsáveis pelo insucesso do tratamento, por complicações, por aumento dos gastos com a saúde e aumento da mortalidade.



Uso Errado de Medicamentos

Grande parte dos erros associados ao uso de medicamentos decorrem da polimedicação, ou seja, resulta do consumo de vários medicamentos em simultâneo no tratamento de doenças crónicas. Vários estudos sustentam que 5,2 milhões de portugueses sofrem de pelo menos uma doença crónica e que 2,6 milhões sofrem de duas ou mais, pelo que a polimedicação é muito frequente.


Como resposta a este problema damos-lhe a conhecer o Serviço de Preparação Individualizada da Medicação (PIM) que é uma forma de disponibilizar semanalmente ao doente crónico os seus medicamentos divididos nas tomas diárias. Este serviço, em que o farmacêutico prepara a medicação numa embalagem descartável, totalmente selada, de acordo com os horários das tomas e os dias da semana, auxilia os doentes na toma de forma correta e segura dos seus medicamentos o que diminui a ocorrência de erros e consequentemente aumenta a eficácia e segurança da medicação.


É um serviço individualizado e personalizado, com comprovados benefícios para o doente e/ou para o seu cuidador pois ajuda a reduzir os erros na administração dos medicamentos, melhora a adesão à terapêutica e reduz o esquecimento das tomas.


A maior parte dos erros na utilização de medicamentos é potencialmente evitável. A participação dos doentes no correto uso dos medicamentos é fundamental. Ao se promover a toma correta dos medicamentos, retiramos maior benefício da terapêutica e obtemos maiores ganhos em saúde.



Dicas práticas para um uso correto do medicamento:

  • Procure conhecer os medicamentos que toma, através da leitura do folheto informativo (bula) ou rótulo que acompanha os medicamentos e dos esclarecimentos do médico ou farmacêutico;

  • Informe sempre o médico ou farmacêutico dos medicamentos que toma (incluindo medicamentos naturais e suplementos alimentares), se está grávida ou a amamentar e também outras doenças ou alergias que tenha, etc;

  • Relate ao profissional de saúde outros hábitos que possa interferir no uso do medicamento, como por exemplo o uso de bebidas alcoólicas e tabaco;

  • Tome os medicamentos tal como lhe foram indicados, em termos de horários, dose, duração do tratamento e do que fazer caso se esqueça de uma toma;

  • Após iniciar a toma de um medicamento observe os seus sintomas e se sentir alguma alteração que não esteja descrita comunique ao profissional de saúde mais próximo;

  • Mantenha os medicamentos na embalagem de origem, seguindo as instruções de conservação;

  • Os medicamentos deverão ser conservados em locais ao abrigo da luz, de temperaturas elevadas e isentos de humidade;

  • Verifique sempre o prazo de validade;

  • Mantenha os medicamentos fora do alcance das crianças de preferência num armário fechado;

  • Os medicamentos fora de prazo e as respetivas embalagens devem ser entregues na farmácia mais próxima, de forma serem encaminhados para a VALORMED, entidade responsável pela gestão deste tipo de resíduos;

  • Cuidado com compra de medicamentos na internet;

  • Os medicamentos falsificados são uma grande ameaça para a saúde pública. A venda ilegal de medicamentos ao público através da Internet por parte de entidades não licenciadas constitui um grave risco para a saúde dos utentes. No site do INFARMED pode consultar a listagem das farmácias ou locais de venda de MNSRM que legalmente dispensam medicamentos online;

  • Não tome medicamentos fornecidos por amigos/conhecidos sem procurar o aconselhamento de um profissional de saúde. O que é adequado para os outros pode não ser bom para si!




Em caso de dúvida, aconselhe-se com o seu farmacêutico.

Acompanhe o blog do Grupo Amorim Saúde e esteja a par de todas as novidades/esclarecimentos que temos para si!


41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo