Buscar

Azia: Quais as causas e medidas a tomar




Sabia que cerca de 20% da população do mundo ocidental apresenta sintomas de refluxo gastroesofágico?


O refluxo gastroesofágico pode ter diversas manifestações, sendo a azia a manifestação mais frequente. A azia define-se como a passagem do conteúdo gástrico para o esófago (na ausência de vómito), que provoca uma sensação de ardor/queimadura na zona do peito que pode irradiar para a parte de trás da garganta. Como o esófago não está tão bem protegido como o estômago, o ácido irrita o seu revestimento provocando sintomas dolorosos que surgem, geralmente, menos de uma hora após as refeições, podendo agravar-se na posição deitada ou inclinada para a frente.



A azia pode ser motivada por diversos fatores, tais como:


  • A forma como come e o tipo de alimentos que ingere:

-A ingestão de grandes refeições leva o estômago a produzir excesso de ácido;

- Comer depressa ou antes de se deitar facilita a libertação do ácido para o esófago;

- Alimentos como o chocolate e a hortelã podem ter um efeito relaxante no esfíncter esofágico situado à entrada do estômago fazendo com que a subida do ácido para o esófago ocorra com maior facilidade;

- Alimentos picantes, produtos com tomate ou cebola também podem desencadear este problema;

- Bebidas com cafeína e álcool tendem a aumentar a acidez do estômago, bem como, bebidas muito quentes e sumos de citrinos.

  • Existência de uma hérnia do hiato;

  • Alguns medicamentos;

  • O stress;

  • O tabaco, uma vez que estimula a produção de ácido e causa relaxamento do esfíncter esofágico;

  • Utilização de roupa apertada;

  • Excesso de peso;

  • Na gravidez, resultado das alterações hormonais em que ocorre o aumento da produção de progesterona que leva ao relaxamento da válvula esofágica. A pressão física que o bebé exerce também aumenta a ocorrência de azia.

Outro problema frequente em pessoas que têm azia é a indigestão. Este problema é caracterizado por uma sensação de enfartamento, desconforto e de gases, podendo ainda sentir náuseas ou vómitos e perda de apetite. A azia e a indigestão podem ter causas semelhantes.



Deste modo, se sofre frequentemente de azia e/ou indigestão, poderá fazer algumas mudanças no estilo de vida e dieta:


  • Controle o seu peso;

  • Faça refeições pequenas e com maior frequência, durante o dia;

  • Coma com tempo e mastigue os alimentos devagar;

  • Evite comida picante, ácida e gordurosa;

  • Sente-se direito quando comer, não coma no sofá se o puder evitar;

  • Use roupa mais larga e alargue os cintos que estão apertados;

  • Não coma tarde, nem "à pressa";

  • Se tem tendência a sintomas noturnos, deverá erguer-se ligeiramente com a ajuda de algumas almofadas;

  • Corte no álcool, na cafeína e nos refrigerantes.



Muitas pessoas conseguem identificar as causas para os seus sintomas e tomar as medidas apropriadas para alívio dos mesmos. No entanto, se sofre regularmente destes sintomas, ou se tiver alguma preocupação, aconselhe-se com o seu farmacêutico.



Conte com a ajuda do seu Farmacêutico.


Acompanhe o blog do Grupo Amorim Saúde e esteja a par de todas as novidades/esclarecimentos que temos para si!


77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo